Segunda-feira, 19 de Fevereiro de 2018

DETALHES DO PROFISSIONAL


DADOS COMPLETOS

Fernando Filho

·         25/02/68- Caruaru-PE

·         Hispano-Brasileiro

 

 

Treinador de Futebol (Especialista)

·         Formação de atletas de base;

·         Performance no Futebol;

·         Futebol Profissional.

 

Carreira como Atleta Profissional/Países

 

·         Durante 20 anos em países como Brasil, Espanha, Turquia, Portugal e Alemanha

 

Iniciação como Treinador Profissional de Futebol

 

·          BAK 07 (Atleta/Treinador) –3ª. Divisão - 2003/05 - Berlin.

 

Idiomas

 

·         Fluente eminglês, espanhol, alemão e português.

 

Formação Acadêmica

 

·         Licenciatura Plena em Educação Física - CREF. 6416-G/CE - 2011 –UNIFOR (Universidade de Fortaleza)

·         Pós-Graduação em Fisiologia do Exercício, Atividade Física e Nutrição - 211/13 – UNIFOR (Universidade de Fortaleza);

·         Pós-Graduação em Gestão e Negócios no Esporte –2013/16 – FMGFaculdade Mogiana de São Paulo/ENAF.

 

 

Formação como Treinador

 

·         UEFA nível B (C) de Futebol-2002-Berlim, Alemanha;

·         UEFA nível B de Futebol–2004- Berlim/Parchim, Alemanha;

·         EBF/CBF/FIFA, Chancela UNOPAR (Universidade Norte do Paraná) - 2005 - Evolução Tática e Estratégias de Jogo - Professor Carlos Alberto Parreira- RJ, Brasil;

·         FIFA-Entrenadores de Fútbol(nivelavanzado)-promovido pelaCBF/ Real Federação Espanhola de Futebol - ministrado pelo Professor MarianoMoreno -Presidente da Escola de Treinadores de Futebol de Madrid- 2007 - Granja Comary,Teresópolis -RJ, Brasil;

·         SINTREFUCE (Sindicato de Treinadores de Futebol do Estado do Ceará) - Curso de Treinamento Desportivo e capacitação no Futebol -Chancela UVA (Universidade Vale do Acaraú) - 2013 -Sobral, CE, Brasil;

·         Participação no I Fórum Cearense de Futebol - ChancelaEstácio de Sá/FIC(Faculdade Integrada do ceará)-2009 - Fortaleza, Brasil;

·         Partcipação do II CONGESSO INTERNACIONAL DE FUTEBOL (I Forúm de Medicina do Futebol) – 2012 - Porto Alegre, RS - Brasil;

·         Participação do II ENCONTRO DE TREINADORES DE FUTEBOL DO NORTE E NORDESTE - Chancela FCF (Ferderação cearense de Futebol) - Convidado Especial: Emerson Leão- 2013 -Fortaleza, CE- Brasil.

·         Estágio no Profissional do S.C. INTERNACIONAL Porto Alegre com o Prof. Guto Ferreira no período de 23/10/17 à 28/10/17.

 

 

Experiência como Palestrante

 

·         Palestrante no Curso de Treinamento Desportivo e capacitação no Futebol do SINTREFUCE (Sindicato de Treinadores de Futebol do Estado do Ceará) – Tema: Níveis de Treinadores da UEFA – 2013 – Fortaleza, CE - Brasil;

·         Palestrante no Curso de Treinadores de Futebol do SINTREFUCE (Sindicato de Treinadores de Futebol do Estado do Ceará) – Tema: Periodização Tática no Futebol – 2015 – Fortaleza, CE - Brasil;

 

Experiência como Treinador/Auxiliar Técnico

 

·         BAK 07Treinador -3ª. Divisão - 2003/05 - Berlin, Alemanha;

·         SPARTA LICHTENBERG –Treinador- 3ª. Divisão  - 2006 -Berlin,Alemanha;

·         UNICLINIC - Treinador - 1ªDivisão – 2007/08- Fortaleza, CE       - Brasil;

·         SAFECE- Treinador - Sindicato de Atletas Profissionais do Estado do Ceará- Pojeto Futebol Hoje –2007/08 –Fortaleza, CE- Brasil;

·         QUIXADÁ F. C.- Treinador- 1ª Divisão –2009/10 - Ceará - Brasil;

·         CETEN (Centro de Treinamento Esportivo do Nordeste) - Treinador- Sub-16/18 -(Vice-Campeão da Copa Itaitinga- Sub-18 - 2010) - Itaitinga, Ceará-Brasil;

·         FERROVIÁRIO A.C. –Treinador - 1ª Divisão -2011 -Fortaleza, CE - Brasil;

·         ACADEMIA DE FUTEBOL DA UNIFOR (Universidade de Fortaleza)- Coordenador 2012/13 - Fortaleza, CE - Brasil;

·         SAFECE -Treinador - Sindicato de Atletas Profissionais do Estado do Ceará -Vice-Campeão Brasileiro Profissional de Seleções Estaduais no I TORNEIO DE ATLETAS LIVRES -FENAPAF (Federação Nacional de Atletas Profissionais de Futebol)- 2015 –Itu, SP - Brasil;

·         FERROVIÁRIO A.C. -Treinador- Série B do Cearense - 2016 – Acesso à Série A 2017- Fortaleza, CE - Brasil;

·         SELECÃO CEARENSE OAB LIVRES – COPA DO NORDESTE LIFA – 2017 –Campeão - (Título inédito da OAB CEARÁ).

 

  • Perfil profissional

Passagem como atleta, por vários clubes do futebol do Brasil e da Europa; Trabalhos desenvolvidos em comissões técnicas de clubes internacionais e brasileiros; Amplo conhecimento em planejamento e gestão de equipes; Experiência e capacidade de liderança; Atualização e modernização dos mais novos conceitos e métodos aplicados no futebol atual pelo mundo; Interação interpessoal e aptidão para trabalho em grupo; Sensibilidade e habilidade para revelação e lapidação para formação de grandes talentos.

§  Experiência como Atleta Profissional

Clube

Período

                      1ª Divisão Turquia

                 Zeytinburnu E.K.

                     1995

                      1ª Divisão Portugal

                      S.C. Farense

                     1996

                      2ª Divisão Espanha

                      F.C. Terrasa

                     1997

 2ª Divisão Alemanha

                      VFB Leipzig

                     1998-2000

 2ª Divisão Alemanha

                      SV Babelsberg

                     2000-2002

 

 

 

 

ESPECIALIZAÇÃO EM FUTEBOL

 

CURSO: TRAINER MIT B-LIZENZ – B (C)- 2002

Deutscher Fusball Bund - Federação Alemã de Futebol

LICENÇA - N° 213375

Chancela: UEFA – Union of European Football Associations

 

CAPACITAÇÃO PARA OS ATLETAS DAS CATEGORIAS DE BASE

 

v  FORMAÇÃO DE UMA EQUIPE VENCEDORA;

v  APLICAÇÃO DERSIFICADA DE SISTEMAS TÁTICAS PARA A EQUIPE DE FUTEBOL;

v  FORMAÇÃO DE JOGADAS ENSAIADAS;

v  COBRANÇAS DE BOLA PARADA (ESCANTEIOS, FALTAS E PENALTIS);

v  TÁTICA INDIVIDUAL DEFENSICA/OFENSIVA;

v  TÁTICA COLETIVA DEFENSIVA/OFENSIVA;

v  DESLOCAMENTOS EM GRUPO E POR SETOR (DEFESA, MEIO E ATAQUE);

v  IMPEDIMENTOS – JOGAR NO LIMITE;

v  VARIAÇÕES TÁTICAS (NA PARTIDA);

v  MUDANÇA DA POSTURA TÁTICA OU CONSERVAÇÃO DA MESMA, DEVIDO AS SUBSTITUIÇÕES;

v  OBRIGAÇÕES TÁTICAS DENTRO DE CADA SETOR (DEFESA, MEIO E ATAQUE)

v  OBRIGAÇÃO TÁTICA DA EQUIPE;

v  TRANSIÇÃO DEFESA/ATAQUE (SAIR COM VELOCIDADE E NÃO PRESSA);

v  TRANSIÇÃO ATAQUE/DEFESA (RECOMPOSIÇÃO);

v  SUPERIORIDADE NUMÉRICA (CHEGAR PRIMEIRO NOS ESPAÇOS NUMERICAMENTE, PARA TIRAR PROVEITO);

v  TRANSIÇÃO RÁPIDA NO JOGO (FEITA PARA TIRAR PROVEITO DO SETOR EM DESALINHO TÁTICO DO ADVERSÁRIO);

v  ESTRATÉGIA PARA MANUNTENÇÃO DE UM PLACARFAVORÁVEL NO JOGO.

 

 

CURSO: B – TRAINER - 2004

Deutscher Fusball Bund - Federação Alemã de Futebol

LICENÇA UEFA - N° 2004B000453

Chancela: UEFA– Union of European Football Associations

 

fernando2

 

Ø ESPECIALIZAÇÃO PARA OS ATLETAS DAS CATEGORIAS DE BASE

 

 

Ø  FORMAÇÃO DE EQUIPE;

Ø  PROGRAMA PARA A TEMPORADA;

Ø  PRÉ-TEMPORADA;

Ø  PARTE FÍSICA, TÉCNICA, TÁTICA INDIVIDUAL E EM GRUPOS (METODOLOGIA);

Ø  TREINAMENTOS TÁTICOS/TÉCNICOS ALINHADOS À PERIODIZAÇÃO TÁTICA;

Ø  APRIMORAMENTO TÁTICO/TÉCNICO (DEFINIÇÃO);

Ø  MEMORIZAÇÃO DOS SISTEMAS TÁTICOS (TEORIA E PRÁTICA);

Ø  APLICAÇÃO DIVERSIFICADA DE POSSÍVEISSISTEMAS TÁTICOS PARA O GRUPO;

Ø  VARIAÇÕES DO SISTEMA TÁTICO NA MESMA PARTIDA COM OU SEM SUBSTITUIÇÕES;

Ø  MOTIVAÇÃO;

Ø  RECREAÇÃO;

Ø  PAPEL DO ATLETA NA EQUIPE (INDIVIDUAL);

Ø  PAPEL DA EQUIPE NO CONTEXTO FUTEBOLÍSTICO;

Ø  TRABALHOS PARA MANUTENÇÃO E MELHORA DA PARTE FÍSICA E TÉCNICA DO

ATLETA DENTRO DA COMPETIÇÃO;

Ø  TRABALHO TÁTICO INDIVIDUAL E COLETIVO;

Ø  TRABALHO TÉCNICO INDIVIDUAL E COLETIVO;

Ø  REAVALIAÇÃO DA PARTE FÍSICA DO ATLETA NA COMPETIÇÃO;

Ø  REFORÇO FÍSICO PARA O ATLETA (INICIAÇÃO DA PARTE FINAL DA COMPETIÇÃO)

Ø  CONSOLIDAÇÃO DO SISTEMA TÁTICO PARA ETAPA FINAL DA COMPETIÇÃO

(ANÁLISE TÁTICA DOS ADVERSÁRIOS);

Ø  CONSCIENTIZAÇÃO DO GRUPO DA ESTRATÉGIA TÁTICA EXIGIDA DENTRO DA PARTIDA;

Ø  INTELIGÊNCIA EMOCIONAL (SABER LIDAR COM OS SUCESSOS E FRACASSOS)

 

 

CURSO: EVOLUÇÃO TÁTICA/ESTRATÉGIAS DE JOGO

ENTIDADE: EBF/CBF – Escola Brasileira de Futebol – Rio de Janeiro

PROFESSOR. Carlos Alberto Parreira

APOIO: FIFA – Fédération Internacionale de Football Asociation

 

 

·                  EVOLUÇÃO TÁTICA E ESTRATÉGICA DE JOGO;

·                  SISTEMAS TÁTICOS E EVOLUÇÃO;

·                  VARIAÇÕES NO SISTEMA TÁTICO;

·                  CONCEITO DE ESTRATÉGIA;

·                  ESTRATÉGIAS E PRINCÍPIOS BÁSICOS DO JOGO;

·                  ESTRATÉGIA PARA A TEMPORADA;

·                  TÁTICA DE JOGO;

·                  DESENVOLVIMENTO DA TÁTICA DE JOGO, MOVIMENTAÇÕES, JOGADAS;  

·                  PRINCÍPIOS DE JOGO;

·                  PRINCÍPIOS DE ATAQUE;

·                  APOIO;

·                  PROFUNDIDADE;

·                  ABERTURA

·                  MOBILIDADE;

·                  PENETRAÇÃO;

·                  CRIATIVIDADE, IMPROVISAÇÃO E HABILIDADE;

·                  PRINCÍPIOS DE DEFESA (PRESSÃO NA BOLA);

·                  RECUPERAÇÃO DA POSSE DE BOLA;

·                  COBERTURA (POSICIONAMENTO DE PRONTIDÃO);

·                  EQUILÍBRIO DOS TRÊS SETORES DA EQUIPE (DEFESA, MEIO E ATAQUE);

·                  CAPACITAÇÃO E CONCENTRAÇÃO;

·                  COMO ACONTECEM OS GOLS;

·                  SISTEMAS DE MARCAÇÃO (POR ZONA E INDIVIDUAL);

·                  O LÍBERO;

·                  FUTEBOL MODERNO.

 

CURSO: ENTRENADOR DE FÚTBOL (Nivel Avanzado)

ENTIDADE: CBF - Confederação Brasileira de Futebol- Rio de Janeiro

PROFESSOR: Mariano Moreno - Escola Espanhola de Futebol - Madrid

APOIO: FIFA – Fédération Internacionale deFootball Association

 

 

ü   ESCOLA EUROPÉIA DE TREINADORES - PIRÂMIDE

 

 

ü   Sistemas Táticos e suas variáveis possíveis, com fácil ad

ü   aptação ou dado a alguns sacrifícios individuais, ou apenas de um setor da equipe, ou mesmo de toda a equipe;

ü   Novos desafios para a formação de uma equipe acostumada com conquistas;

 

ü   Estratégias para implantação e conservação de ânimo e alto astral para a criação de um ambiente propício para conquistas;

 

ü   Níveis de treinadores da pirâmide da escola europeia;

 

ü   Designação de função específica para o atleta, dentro do grupo, dentro da equipe e no relacionamento com todos os profissionais envolvidos no projeto;

 

ü   Estabelecendo metas a serem alcançadas dentro dos treinamentos para que o atleta trabalhe por metas e não meramente por exercer um ofício remunerado;

 

ü   Trabalhar para obtenção de um raciocínio rápido, por parte do atleta, para a mudança tática individual e de grupo, colhendo benefícios, quando da momentânea superioridade numérica, por contusão de um adversário, estando este, fora de campo para entendimento, ou dentro sem reais condições;

 

ü   Aumentando a capacidade individual e de grupo, corrigindo as deficiências existentes, com o reconhecimento, desejo e aprovação do atleta e do grupo nas suas deficiências. Desta forma específica, os resultados individuais e de grupo serão bem mais rápidos e eficientes;

 

ü   Tomando posicionamento para ter um atleta exaustivamente focado em conquistas, metas dentro da equipe, do clube e trabalhando a conscientização sobre o futuro de cada atleta, para o pós encerramento da carreira.

 

 GALERIA DE FOTOS DO PROFISSIONAL